O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (19) que ainda estão sendo estudadas alternativas para desonerar a folha de pagamentos. São estudos que levarão a evitar a proposta do governo, de criar um imposto sobre transações financeiras digitais.

De acordo com Mais, o Congresso não deve ter disposição para aprovar a proposta do governo. O parlamentar disse que já alertou o ministro da Economia, Paulo Guedes, que não há espaço para negociar a aprovação do novo imposto com o Congresso: “estamos estudando. Deixa o pessoal da comissão trabalhar”.

O novo imposto

Na quarta-feira (18), Guedes afirmou que o governo estuda incluir na Reforma Tributária um imposto sobre transações financeiras em meios digitais, como por aplicativos de celular ou via o internet banking.

O imposto sobre transações digitais taxaria operações com aplicativos. De acordo com Rodrigo Maia, a carga tributária sobre a mão de obra em outros países do mundo é mais baixa do que a do Brasil e lembrou que eles não tem um imposto sobre movimentações financeiras: “qual país razoavelmente organizado organiza seu sistema tributário com CPMF?”.

Mas Guedes não concorda. Segundo ele, não seria como a CPMF, que rende sérias críticas inclusive de governistas: “a CPMF virou um imposto maldito, o presidente falou que não quer esse troço. Se ninguém quer, CPMF não existe”, disse.

O ministro da Economia pondera que as transações por meios digitais e instantâneos vão ganhar cada fez mais força e o governo precisa encontrar meios para viabilizar a tributação: “nunca foi a CPMF, sempre foi transações. Como tributamos isso? Tem transações digitais. Você precisa de algum imposto, tem que ter um imposto que tribute essa transação digital”.

Ele ainda ponderou que sua equipe continua examinando formas de ampliar as bases de incidência dos tributos como forma de compensar uma futura redução do encargo trabalhista. Para ele, tal encargo é o “mais cruel e perverso de todos os impostos”.

**Este texto foi originalmente publicado em: https://www.euqueroinvestir.com/rodrigo-maia-busca-alternativas-para-evitar-imposto-sobre-transacoes-financeiras-digitais/

Comentários no Facebook