O halving do Bitcoin está cada vez mais próximo e muitos analistas acreditam que esse evento impulsionará uma nova alta no criptoativo. O analista planB  divulgou no Twitter que, após o próximo halving, a capitalização do Bitcoin será de mais de US$ 1 trilhão, e o preço por criptomoeda será cerca de U$55 mil. A empresa de pesquisa Crypto Focus, Digital Asset Research, afirmou que ele chegará a U$60 mil até maio de 2020. Entretanto, a alta do Bitcoin não é um consenso e há críticos que descordam veemente da subida da criptomoeda.

O economista e CEO da Euro Pacific Capital, Peter Schiff, é um grande crítico do Bitcoin e sempre compartilha sua opinião sobre a criptomoeda. O economista já criticou a CNBC por dar mais tempo ao Bitcoin que ao Ouro e acredita que a criptomoeda não é uma espécie de ‘ouro digital’. Ele afirmou que não há serventia real para o Bitcoin e que usá-lo como uma “reserva de valor” é inútil. Schiff também já declarou que o Bitcoin é apenas um sucesso de marketing do passado e só foi benéfico para os compradores que entraram cedo.

Mais recentemente Peter Schiff resolveu falar sobre o preço do Bitcoin. O economista afirmou em seu twitter, que a moeda jamais chegará a U$50 mil.

A história toda começou quando Schiff fez uma referência ao Bitcoin, Joe Kernen e Anthony Pompliano em seu twitter.

“Apenas assisti ao festival de amor de Joe Kernen com Anthony Pompliano enquanto ele elogiava o Bitcoin. Antes da crise financeira de 2008, quando eu ainda era convidado pela CNBC, Joe criticava meu conselho de comprar ouro. Joe estava errado em ser pessimista em ouro então ele está errado em ser otimista em Bitcoin agora!”

Logo Kernen reagiu com apenas um link. Uma matéria de 2012 em que Schiff alegava que o ouro chegaria a U$5 mil em dois anos.

Tom Lee, fundador da Fundstrat, também interagiu no Twitter zombando da postura de Schiff descrevendo a previsão de ouro como “histérica”. O economista logo respondeu.

“Do cara que tinha uma meta de preço de US $50.000 em Bitcoin para o final do ano de 2018. Minha previsão de ouro ficou muito mais próxima do que sua previsão de Bitcoin. Mas, pelo menos, o ouro acabará por atingir 5k. Bitcoin nunca atingirá 50k.”


A verdade é que previsões no mercado de criptomoedas ou no tradicional não podem ser dadas como certas. O halving tem sido um evento muito aguardado por partidários do Bitcoin para uma grande recuperação da criptomoeda, mas seu histórico de alta pós halving pode não se repetir. Observando o cenário atual, podemos ver a luta do Bitcoin para superar a marca de U$12 mil. O último halving da criptomoeda, em comparação com o primeiro, trouxe uma porcentagem menor para o Bitcoin.

Enquanto o halving, previsto para maio de 2020, não chega continuaremos a ver previsões de especialistas e críticos sobre o preço da criptomoeda e as implicações que o evento pode causar no Bitcoin.


O que é o Halving do Bitcoin ?

O Halving é a redução pela metade da recompensa de mineração das criptomoedas. É um evento programado que acontece de quatro em quatro anos, onde a recompensa pela mineração cai pela metade.

Exemplo: Quando o Bitcoin foi criado em 2009, a recompensa inicial era de 50 Bitcoins. Em novembro de 2012, caiu para 25 BTC, depois do primeiro halving. O segundo halving foi em Julho de 2016, baixando a recompensa para 12.5 Bitcoins por bloco, número esse que permanece até hoje.

  1. 2009 – 50 BTC
  2. 2012 – 25 BTC
  3. 2016 – 12,5 BTC
  4. 2020 – 6,25 BTC

Fonte: Guiadobitcoin

Comentários no Facebook